Águida Hettwer Poesia & Art
Deixarei meu verso, tatuado em seu peito...
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Reencontro...
Águida Hettwer
 
Trago o afago na memória,
Visitas na madrugada,
Até onde a vista alcança,
O fulgor do imaginário.
 
Esperança semeada nos prados.
Onde se abriga o sonho?
- No frio do silêncio.
Vens agora, toma-me pelas mãos.
 
Não é tristeza. Saudade tatuada!
Colorido do poema sem rima.
Na dura ressonância do pensar,
Tenho pressa. Inocência de viver.
 
Há rios em mim, deságuam no mar
Cercas derrubadas no palavrear,
Fundo falso de uma mala
Surpresas e mistérios a desvendar.
 
 
 
27.07.2010
 
 
 
 
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 27/07/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários