Águida Hettwer Poesia & Art
Deixarei meu verso, tatuado em seu peito...
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Sutil solidão
Águida Hettwer
 
Busco a sombra que se escondeu
Atrás das folhas das árvores,
O rio não encontrou seu curso,
As pedras não lapidaram no tempo.
 
A chuva não molhou as vidraças,
O vento não secou as roupas nos varais,
O riso perdeu o juízo e enclausurou no quarto,
A vida perdida por alguns trocados.
 
Há musgo nas paredes, cheiro de mofo,
Poeira instalada pelos ares,
Livro aberto amarelado,
Recolhido no esquecimento.
 
A mão estendida cansou de esperar,
Lágrima rolou sem aviso prévio,
As flores bordam essências na memória,
De uma história que não vingou.
 
Ainda ouço vozes, sinais de vida,
No labirinto dos meus silêncios...
 
 
20.07.2010
 
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 20/07/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários