Águida Hettwer Poesia & Art
Deixarei meu verso, tatuado em seu peito...
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Poetas amam
 
Águida Hettwer
 
Quando amam...
Com voracidade de uma fera rugindo,
Preenchem os vazios dos espaços,
Nas entrelinhas cultuam a lua,
Matam a sede em rios de desejos.
 
Seduzindo as letras com perspicaz,
Para que não revelem seus segredos,
Versejando em metáforas e aforismo,
Desenham linhas azuis de ensejos.
 
Amam, com o coração disposto,
A negarem-se a si mesmos...
Enfeitiçam o tempo e o firmamento,
Enleados em carícias no ato de amar.
 
Concretizam sonhos, retidos no olhar,
Em beijos quentes deslizantes ao luar,
Eternizando momentos em recônditos,
Onde o corpo repousa sob pétalas de rosas.
 
23.01.2010
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 23/01/2010
Alterado em 23/01/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários