Águida Hettwer Poesia & Art
Deixarei meu verso, tatuado em seu peito...
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


 
É tempo de promover a paz...
Águida Hettwer
 
 
Quisera não precisar buscar nas flores o perfume inebriante,
E sim, na essência da alma, todas as fragrâncias imagináveis,
Para exalar amor a toda criatura.
 
Quem sabe assim!
Os espinhos seriam brandos, e cuidadosamente extraídos sem machucar.
Toda lágrima escorrida de tristeza, retornasse para a retina,
E somente caísse por uma causa justa de vitória concebida.
 
Nenhum corpo estendido no chão batido,
Por uma bala perdida.
E muito menos ouvir os gemidos da criança com fome,
Nos braços da mãe desnutrida.
 
Onde o ódio fosse extinto da terra,
E o homem não precisasse fazer guerra,
Para fazer valer as suas convicções.
 
Quisera...
Cultivar sonhos, independente de idade, e perceber que a maturidade,
Permite-nos amar, desprovidos de "melindres".
Nos mistérios do universo, pessoas cruzam,
Em nosso caminho.
E tornam-se a peça chave para o quebra-cabeça da felicidade.
 
Sorrir! Simplesmente pelo fato de ter um teto,
Um trabalho muitas vezes stressante,
Onde necessito me esmerar.
Contas a pagar e a receber,
Significando que tenho responsabilidade.
 
Enterrando no pó da estrada, palavras torpes,
Mágoas e ressentimentos.
Nações entrelaçando ideais,
Mesclando etnias e culturas
Promovendo a paz!
 
Chamamento universal, para cultuar o amor,
Nos corações.
Sem irmão ferir irmão.
A mãe natureza sendo respeitada,
Com sua flora e fauna sendo cultivada.
 
É tempo de viver em comunhão...
 
 
14.11.2009
 
 
 
 
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 14/11/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários