Águida Hettwer Poesia & Art
Deixarei meu verso, tatuado em seu peito...
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Vitória e consciência negra
Águida Hettwer
 
 
Atos de atrocidades mancharam a história da humanidade,
Onde os negros não tinham uma vida digna,
No Túnel do tempo, envergonha-nos até o momento.
 Faltava-lhe, teto, roupas limpas até a comida.
Castigados por seus senhores, apanhavam de chicote,
 Sangravam até a morte.
 
Triste sina! Em senzalas dormiam sob a terra batida.
Restavam-lhes os trabalhos braçais forçados,
No relento do sol, amarrados em troncos, eram torturados.
 
Fugitivos de seus senhores algozes, refugiavam-se em quilombos,
Resistência e lutas, contras as opressões impostas.
A lei do ventre livre libertou os filhos de escravos,
Lentamente as algemas da escravidão, foram quebradas.
 
 
Movimentos e batalhas,
 Seguiram como marco fundamental da história.
Deixando seu legado cultural, em manifestações artísticas,
Rituais e religiões, até nos dias de hoje sendo cultivados.
 
 
Enfatizaram o respeito!
Comum em todo homem direito.
Na atualidade o negro atingiu seu status,
Governantes de primeiro mundo,
Abolindo de vez a escravidão e os absurdos.
 
 
12.11.2009
 
 
 
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 12/11/2009
Alterado em 12/11/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários