Águida Hettwer Poesia & Art
Deixarei meu verso, tatuado em seu peito...
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Áudios

Ah,deixa-me te namorar!
Data: 08/09/2008
Créditos:
Texto e narração poética: Águida Hettwer
Ano 2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Ah, deixa-me te namorar!
Águida Hettwer
 
Namoro-te nas entrelinhas da escrita,
Sem que percebas ou me sintas,
Namoro às escondidas,
Nas estrofes das rimas.
 
Em cada pingo de chuva que cai,
Nas nuvens que destapam o raiar do sol,
Amo-te! Nas esquinas que quebram no infinito,
E em silêncio ouço seus apelos.
 
Colhendo do orvalho, teus lábios mais úmidos,
Quão artesão, esculpido é teu ser de pura admiração,
Namoro-te no regaço do poema que ainda não escrevi.
 
Flutuando leve e plena,
No deleite suave das madrugadas, encontrei-te.
Noite após noite, somos eternos amantes.
 
Ah, deixa-me te namorar,
Nos sonhos alados compartilhados,
Em versos de amor santo,
E desejos atrevidos concebidos.
 
Folheando teus doces sentidos,
Ressaltando a beleza de teu olhar,
Permita-me te namorar...
 
 
06.09.2008
 
 
 
 
 
 
Enviado por Águida Hettwer em 06/09/2008

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários