Águida Hettwer Poesia & Art
Deixarei meu verso, tatuado em seu peito...
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Áudios

Eternamente tua...
Data: 09/07/2008
Créditos:
Texto e narração poética: Águida Hettwer
Ano de edição: 2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Eternamente tua...
Águida Hettwer
 
 
Quisera ser a lua para encantar
Tuas noites sombrias,
Restaurando a emoção contida no olhar,
 O amor decantar nos versos das poesias.
 
 
Aconchega-se no dourado mel dos meus cabelos,
Oh radiante sol seca meu pranto!
Trazendo o encanto da beleza de teu ser,
Para meu viver...
 
...No remanso de um lago, espelho-me,
Traz-me lembranças tuas,
Ancorando meus anseios,
Nesse regaço de ternura.
 
 
Tudo me lembra teu encanto,
O cântico dos pássaros,
O perfume da flor campesina,
O infinito que esse amor não termina.
 
 
09.07.2008
 
Enviado por Águida Hettwer em 09/07/2008

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários